RAZÕES PELAS QUAIS VOCÊ “PRECISA” COMER JUNK FOOD

Sabe aqueles dias em que você diz, mesmo que seja depois do almoço, aquela típica frase: “Ai, eu PRE-CI-SO de alguma coisa doce agora mesmo!”? E, se houver algum chocolate, sorvete, ou qualquer coisa do gênero por perto, com certeza será devorado e te causará uma culpa danada depois, certo? Não se preocupe, pois isso acontece comigo e com muitas outras pessoas pelo menos 21 vezes na semana!

Passeando pela net, achei um post que fala sobre os porquês de comermos tanta porcaria. É tudo coisa que a gente já sabe, mas não custa relembrar, né?

O que precisamos fazer é saber os motivos pelos quais temos essa vontade incontrolável (que não deve ser coisa de Deus). Pois bem! Hoje nós vamos tentar entender o porquê de isso acontecer e  ver algumas soluções para essa hora tão tentadora. Assim como eu, acredito que você vai se identificar com pelo menos alguma dessas situações.

1. VOCÊ ESTÁ DORMINDO POUCO

A falta de sono pode exercer uma péssima influência nos seus hormônios, te levando a querer comer coisas altamente calóricas. Alimentos ricos em carboidratos nos dão aquela energia temporária. E, quando eu digo isso, é por pouco tempo mesmo, já que a digestão é extremamente rápida e fará com que você “precise” consumir mais alimentos desse tipo quando seu abastecimento energético se esgotar. Muita gente diz que dormir “recarrega nossas baterias” e a ideia é mais ou menos por aí. Se você dormir mais, se sentirá com mais energia e não precisará encontrar outras formas de se reabastecer. Se você estiver enfrentando problemas para dormir, é bom procurar um especialista para saber causa.

2. VOCÊ ESTÁ ESTRESSADO

Ficar estressado faz com que aumente os níveis do hormônio cortisol no seu corpo. Se isso acontece por longos períodos de tempo, afeta os níveis de açúcar no sangue e promove esses desejos repentinos. Comidas com açúcar ou gordura dão um certo “barato” no corpo, causando uma sensação de bem-estar e, se você está sob os efeitos do stress, parece uma boa opção… Na verdade não é a melhor opção não! Ao invés de “se atracar” numa barra de chocolate logo de cara, prefira comer algum combinado de nozes ou frutas do tipo berry. Antes de você pensar que berries são somente aqueles mirtilos e framboesas vistos em programa de culinária na TV a cabo, dou a vocês alguns exemplos bem fáceis de achar: abacate, banana, morango, uva, cáqui, abóbora, tomate e melancia. Esses alimentos contém vitaminas e outros nutrientes que ajudam a combater o stress.

3. VOCÊ ESTÁ DE RESSACA

Ressacas te deixam cansado, desidratado e com o estômago “do lado avesso”. Tudo isso leva a querer comer comidas não tão saudáveis. Basicamente pelo mesmo motivo de item 1: o álcool faz com que toda a reserva de nutrientes do corpo se esgotem, levando à necessidade de nos reabastecermos. Para evitar isso, basta fazer duas coisinhas bem simples: beba bastante água e faça uma refeição bem equilibrada antes de cair na gandaia. Isso fará com que o álcool seja absorvido lentamente pelo corpo e evitará o mal-estar.

4. VOCÊ ESTÁ ENTEDIADO

Domingo de chuva na casa da sua avó, nada para fazer. Deixar a mente à deriva, afundando em mil pensamentos, nem sempre parece ser uma boa ideia. Além disso, aquele bolo de milho esfriando na janela parece chamar você para dar uma mordida nele. Tome um copo d’água, levante do sofá e vá dar uma volta. Às vezes o nosso corpo interpreta a sede de forma errada. Se a quantidade diária de água recomendada é de 2 litros e você dificilmente chega à essa dose, provavelmente você está desidratado Beba bastaaante água. Sempre!

5. O SEU NÍVEL DE AÇÚCAR NO SANGUE ESTÁ BAIXO

Quando o corpo dispara este “alerta vermelho”, é fácil de identificar: você sente tonturas, fraqueza e parece que ficou um bom tempo sem comer qualquer coisa. Nesse momento, o mais fácil é recorrer a alimentos de fácil digestão: carregados de açúcar e carboidratos. Para evitar esse tipo de situação, faça lanchinhos entre as refeições. Pode ser uma fruta, iogurte, cereais… Você vai se sentir bem melhor!

6. VOCÊ ESTÁ VICIADO

Você, provavelmente, já deve ter ouvido falar que comidas não saudáveis são viciantes, né? Eu até já falei sobre isso aqui no blog. Quanto mais você come, mais você quer. Como alguns alimentos (tipo junk food, recheados de açúcares, glúten e laticínios) liberam grandes doses de dopamina e fazem a gente sentir aquele bem-estar temporário, a tendência é querer se sentir assim novamente assim que o efeito passa. Na minha opinião, podemos considerar o açúcar uma droga pesada disfarçada de ingrediente. O perigo dela é causar um efeito com pico alto, porém rápido (para causar e para acabar com o bem-estar). Fique de olho quando você notar que está passando dos limites e tente treinar seu cérebro a gostar de outras coisas que podem saciar sua fome e fazer bem ao seu corpo ao mesmo tempo.

DICA DE VÍDEO: Como o açúcar afeta o nosso cérebro?

E aí, o que você achou? É difícil, né? Num outro post eu conto pra vocês como eu fiquei mais de 1 ano sem comer doces de qualquer tipo (nem suco de caixinha)! Deixe um comentário contando as suas experiências!

Beijocas!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s